Páginas

27 setembro, 2014

Viajante do mundo: Em busca da felicidade

Casey Fyfe
Ouvimos frequentemente que as pessoas são insatisfeitas com suas vidas. Vida pessoal e de trabalho. Querem acaber com o namoro desgastante, trancar a faculdade, tentar uma nova profissão, mudar de cidade; Enfim, insatisfeitas em diversos assuntos.

O desejo de muitos é largar tudo isso e muito mais, para viver uma vida diferente. Não precisar ir para a Faculdade, o trabalho, dormir a hora que quiser, não se preocupar com compromissos e o melhor, conhecer esse vasto mundo.

As expectativas de que tudo será perfeito. Que vai ser exatamente assim, fácil e simples. Não não é? Por traz dessa vida que fascina tantas pessoas, de qualquer sexo e idade, tem um grande dilema. Que precisa ser bem explorado antes. Parece que as pessoas estão vivendo numa prisão pessoal e querem se libertar a todo custo.

Nem todas as pessoas podem ou devem fazer essa escolha. Por dois motivos fortes: Precisa mesmo? e Está disposta a deixar tudo? Se a resposta corresponder que queira fazer, um primeiro passo. Tudo tem um lado com e ruim. Sempre gosto de pesar ambos e ver quantos kg cada um pesa. Todo tempo você tem que regular sua balança. Não quero te fazer desistir do seu sonho, se é um sonho realmente.


Você faz sua felicidade

A felicidade está em você. Não onde você vai e com quem está. Não adianta você viajar o mundo todo e por dentro estar infeliz. Continuar ... Quanto mais você procura, mais a felicidade foge de você. As expectativas da felicidade te distâncias da verdadeira, iludindo o reconhecimento e tirando do caminho.

A felicidade é um "estado de espirito" sem cor, rosto, sexo, idade e altura. Cada pessoa tem a sua e se contenta com ela. Quando se está feliz, não tem inveja do outro. Se contenta com o seu e pronto.

Viajar e viajar não vai resolver nada

Não vá com pensando que essa é a melhor maneira para resolver seu(s) problema(s). Não é? Depois de viver mil e uma aventuras. Vai parar na monotonia e vai continuar infeliz, pensando se mais viagens resolveriam.

Conhecer o mundo é legal, mas não é a solução de tudo. Independente de onde você estiver, não vai achar a resposta para: O que me faz infeliz? O que deixa minha vida pequena? O que deixaria ela grande?

Tenha paciência 

Tenha calma. As coisas vão acontecer no seu tempo. Não se estresse desnecessariamente, não vai adiantar de nada. O problemas está em você, não nos outros. Se as coisas não estão indo bem, paciência. Vai passar e tudo voltará ao normal.

Dê tempo para você mesma(o), assim em vai chegar em algum lugar. Dê tem para amadurecer, crescer. O dia vai chegar hoje ou amanhã, dependendo da sua escolha.

Saiba quando agir

Antes de dar a palavra final. Ajeite o terreno para depois fazer a plantação. Deixe as coisas acontecerem naturalmente e quando for a hora de agir, não perca tempo. Não é bom saber que vai que está pisando no escuro, um abismo. Tenha segurança na escolha. Tenha um bom planejamento e corra atras do seu sonho.

Trabalhe da melhor maneira

Para manter uma vida como essa. Onde vai depender muito de dinheiro, ou você faz trabalho nômade ou tem um bom dinheiro para gastar. Mais normal, o trabalho nômade. Antes de pensar em conhecer toda a cidade que visita, pense como vai trabalhar no local. Se você faz vídeos para um blog ou site, precisa estar muito conectada e com bloco de notas, máquina fotográfica e de vídeo (com os dois é ótimo). Em outro emprego, a rotina é diferente.

O ruim é que muitas vezes para terminar o seu trabalho. Tem que muitas vezes sair pouco, dormir mais tarde e até atrapalhar a sua saúde. É a pura verdade. Quem trabalha sem horários pode sofrer com esses fatos.

Veja um maneira confortável, mas não cômoda demais. De se ambientar com o lugar e fazer um bom trabalho e local de moradia. Sem ter aquela sensação de que quer acaber logo e se livrar de uma vez. É possível que tenha muitos erros ou falte informação.

Veja o português que gastou 31 euros (93 reais, um euro é 3 reais) viajando pelo Europa, por 8 países. 

Se você tem toda certeza de quer quer pegar seu mochilão e passar por vários países.  Siga em frente, com confiança e planejamento. Se der errado, pelo menos vai ter experiência do que deve fazer e não fazer. E quem sabe começar novamente sabendo mais que antes. 

Siga seu sonho. Mesmo que não seja a porta para a chata de felicidade. É um caminho mais certo que poderá chegar nela.